Pesquisadores contribuem com Notas Técnicas para ajudar no enfrentamento à Covid-19 no Amazonas

No intuito de auxiliar as áreas da saúde e apontar possíveis direcionamentos que possam ajudar no enfrentamento ao novo coronavírus (Covid-19), a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti), por meio da Secretaria Executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), lançou uma Chamada para Notas Técnicas. A ideia é de que pesquisadores e cientistas, nas diversas áreas do conhecimento, possam contribuir enviando seus artigos, estudos e produtos de pesquisa, durante o período de crise na saúde pública.

Na ocasião, a Chamada elaborada pela Secti fez a seguinte abordagem: “Que tal nos ajudar a enfrentar o novo coronavírus e seus impactos? Na perspectiva da sua área de atuação e com a literatura existente, você conseguiria fazer uma Nota Técnica que ajude a sociedade e o Governo a se organizarem para agora e para o futuro?”.

Nas últimas semanas, a Secti recebeu Notas Técnicas de várias Instituições, dentre elas da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), Universidade Federal do Amazonas (Ufam), da Fundação Osvaldo Cruz/ Instituto Leônidas Maria Deane (Fiocruz Amazônia/ILMD) e Instituto Mamirauá.

Para conferir o conteúdo da Nota Técnica Covid-19, Nº 001, que recebe o título “A Densidade da População Urbana no Amazonas e a Difusão Espacial do Novo Coronavírus: Uma Perspectiva Geográfica”, dos autores Isaac dos Santos Sousa, Susane Patrícia Melo de Lima e Ana Paulina Aguiar Soares, todos do Núcleo de Pesquisa Urbana e Regional (NPUR), da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), basta acessar o link: http://cloud.prodam.am.gov.br/index.php/s/QOB1b7NHOvdvliz/download

A secretária executiva de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti), Tatiana Schor, destacou que a iniciativa surgiu no sentido de prestar auxílio ao Estado, tornando pública as sugestões da ciência nesse momento de pandemia.

“Nunca a ciência esteve tão em foco como neste momento. Todas as contribuições que recebemos dos pesquisadores vieram no sentido de dar esse apoio na retaguarda e ajudar colaborar com direcionamentos válidos para a área da saúde. Além disso, também pudemos contar com o apoio de pesquisadores da SBPC Amazonas (Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência no Amazonas) na avaliação das Notas Técnicas”, reforçou a secretária.

A Secti continuará a receber as Notas Técnicas e não há data prevista para o encerramento dessa atividade. O intuito da pasta é criar oportunidades para que a Ciência possa caminhar, cada vez mais, dando o devido suporte para a área da saúde, entre outras, no Amazonas.

Para participar do programa, basta enviar a Nota Técnica relacionada ao tema solicitado (Combate à Covid-19) para os seguintes endereços de e-mails: secti@sedecti.am.gov.br ou gpc@sedecti.am.gov.br